UPE celebra sexto ano de parceria com a Universidade Estadual Paulista entre os programas de Doutorado e Mestrado das suas Faculdades de Odontologia

O professor titular da Universidade Estadual Paulista Eduardo Piza Pellizzer participou da abertura oficial da disciplina Fundamentos da Revisão Sistemática que integra a parceria entre os programas de Doutorado e Mestrado das Faculdades de Odontologia da UNESP/Araçatuba e da Universidade de Pernambuco (FOP/UPE).

A atividade realizada nesta terça-feira (26), no Departamento de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial do Campus Saúde FOP/HUOC/UPE do bairro de Santo Amaro, representa a formalização do sexto ano da parceria entre a FOP/UPE e a UNESP.

Docente da Faculdade de Odontologia da UNESP instalada no Campus Araçatuba, Eduardo Piza Pellizzer falou aos alunos inscritos sobre os "Fundamentos da revisão sistemática em Saúde".

Representando a Faculdade de Odontologia de Pernambuco, a aula inaugural contou com a presença dos professores Belmiro Vasconcelos (coordenador da pós-graduação), Priscila Prosini (vice-diretora da FOP) e Sandra Moraes (uma das coordenadoras da disciplina).

Com carga horária de 90 horas/aula, a disciplina Fundamentos da Revisão Sistemática resulta em seis créditos que podem ser integralizados e homologados ao histórico dos alunos de pós-graduação stricto senso como atividades complementares.

Ao longo dos últimos seis anos passaram pela disciplina 55 alunos e seus orientadores, além de professores de graduação convidados.

Como produto direto da disciplina, 25 artigos foram publicados em periódicos de alto impacto (A1, A2, B1 e B2) e muitos outros estão em revisões.

Como produto indireto, com o domínio da metodologia, inúmeros artigos foram desenvolvidos e publicados pelos egressos da disciplina. Professores e alunos da Odontologia participaram da publicação de dois livros sobre o tema.

A disciplina em anos anteriores contribuiu com professores e alunos de outros programas stricto sensu da UPE, como Hebiatria, Ciências da Saúde, Biologia Celular e Molecular Aplicada.

Desde o início sempre houve integração dos idealizadores com a Pró-reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Inovação (PROPEGI) da Universidade de Pernambuco.